Comprar o primeiro imóvel é o maior sonho da maioria das pessoas. Se livrar do aluguel e assim dar uma aliviada no orçamento são o que muitos buscam. E é por tudo isso que nós iremos lhe ajudar a conhecer e considerar um benefício que existe há muito tempo, mas poucos brasileiros conhecem.

Quando se compra um imóvel, além do preço do mesmo, precisam ser considerados a taxa de escritura, a taxa de registro e o ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis).

Esses valores somados são altos e desencorajam muitos possíveis compradores, porém, se você obter um bom desconto, essa pode ser a hora certa de comprar o seu primeiro imóvel.

Quem tem direito aos descontos nas taxas de escritura e registro?

O primeiro fator a ser considerado é que para obter o desconto, a compra do imóvel precisa ser financiada pelo Sistema Financeiro de Habitação, utilizando os recursos do fundo de garantia e da caderneta de poupança.

Além disso, o comprador precisa morar no imóvel. O valor do imóvel não pode ultrapassar R$950 mil nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Distrito Federal e R$800 mil nos outros estados.

Dependendo da renda familiar, se se encaixa nas regras do programa Minha Casa, Minha Vida, o comprador pode obter um desconto de até 90% nas taxas de cartório.

Como obter os descontos

Para conseguir o desconto, o comprador precisa fazer uma declaração, assinando de próprio punho, no cartório, declarando que este é o seu primeiro imóvel e se responsabilizando por esta afirmação perante a lei.

Muitos cartórios não avisam os compradores da possibilidade de ter esses descontos, portanto, chegue preparado e exija seus direitos. E muito importante, se o cartório negar os descontos, mesmo você sabendo que tem direito, não pague, pois os cartórios não são obrigados a reembolsar você posteriormente.

O importante é se informar e não ter pressa. Quando o cartório nega o desconto, você tem a possibilidade de registrar um requerimento na Corregedoria de Justiça e até entrar com medida judicial exigindo do cartório o direito ao desconto.

Se você gostou do nosso artigo, compartilhe com os seus amigos no Facebook!

Imagem acima: Pixabay