pragas de inverno

As plantas, ornamentais ou comestíveis, ficam mais expostas a ataques e infestações durante o inverno. Isso porque no inverno elas entram em um estado de adormecimento. Além disso, ficam mais frágeis por causa das baixas temperaturas. Menos irrigação e falta de sol também são fatores que facilitam a propagação das pragas de inverno.

Portanto, o importante é encontrar e tratar as infestações. Para isso, existem diversas maneiras de perceber se as plantas de sua casa estão sendo vítimas de alguma praga:

– Ver se não há teias ou pintinhas brancas ou pretas nas folhinhas;
– Inspecionar atentamente procurando o foco dos bichinhos;
– Procurar manchas de cores variadas;
– Prestar mais atenção ao verso da planta, porque é ali que as pragas se escondem

Ao identificar qualquer um desses sinais, evite usar inseticidas. Isso porque são tóxicos e fazem muito mal para as plantas, para os pets e para nós. O ideal é utilizar fórmulas orgânicas que não agridem as plantas e não intoxicam o lugar nem os bichinhos de estimação.

Aprenda quais são as principais pragas de inverno e como combatê-las:

Ácaros

Trata-se de uma praga muito difícil de ser observada, pois atacam o interior das folhas deixando-as com cor de ferrugem.

Advertisement

Se somente parte da folhagem estiver infectada, faça uma boa poda para retirar a parte doente. Porém, se a planta inteira estiver infectada, use a calda de bordolesa – mistura de sulfato de cobre, cal hidratada ou cal virgem e água – borrifando a cada quinze dias. O ideal é deixar a plantinha em lugar iluminado, arejado e fresco.

Pulgões

Geralmente os pulgões são brancos, cinzas ou pretos. São de fácil identificação. Eles ficam nos caules e folhas para se alimentar da seiva. Dar um bom jato de água na planta é o suficiente para desgrudar os pulgões. Uma mistura feita de água, detergente e vinagre é ótima para afastar os pulgões das plantinhas.

Caso as plantas estejam em ambiente aberto, a infestação de pulgões é mais difícil. Isso porque as joaninhas são predadoras naturais dos pulgões. Portanto, aí está um ótimo motivo para sempre evitar usar inseticidas.

pragas de inverno pulgões

Fungos

Para identificar se a planta está com fungos é preciso verificar se superfície das folhas estão com manchas brancas. Normalmente os fungos atacam plantas que recebem menos luz solar do que é necessário. Nesse caso, o melhor é retirar as folhas infestadas e pôr a planta num local mais iluminado. Porém, se mesmo assim os fungos persistirem use a calda da bordalesa a cada quinze dias.

pragas de inverno fungos

Lagartas

Outra das pragas de inverno são as lagartas costumam comer as folhas pelas beiradas. Dessa maneira, é fácil ver se a planta está tendo problemas com as lagartas, pois as mordidas são nítidas. Uma maneira menos agressiva de acabar com essa praga é retirá-las manualmente usando luvas. Porém, se a praga for muito forte existe um produto chamado “Bacillus thuringiensis“, que é feito à base de uma bactéria nociva para as lagartas. Trata-se de uma praga que consegue acabar com uma planta do dia para a noite, portanto todo o cuidado é pouco.

Cochonilhas

As cochonilhas sugam a seiva das plantas, afetando seu crescimento e retorcendo suas folhas. Portanto é uma praga bem perigosa. No entanto, é de fácil tratamento. Para isso basta passar, delicadamente, um pano molhado com óleo de neem nas folhas até retirar todas as pintinhas brancas.
Usar frequentemente uma pulverização com óleo mineral regular também pode ajudar. Além disso, para evitar a volta da praga, o melhor é manter as folhas das plantas sempre limpas com um pedaço de algodão e álcool.

pragas de inverno cochonilha