Quem nunca sonhou em ter na sala de estar ou na varanda lindas orquídeas floridas? E quem depois de ter realizado esse sonho, também conseguiu manter as flores vivas?

Porque é apenas essa a dificuldade, ser capaz de manter a floração o maior tempo possível e ainda fazer com que nasçam novos botões. Uma orquídea florida, está entre as plantas que mais desejamos ter em casa.

As orquídeas são uma das plantas de florescimento mais difundidas e apreciadas.

Elas têm cores vivas e exóticas, dando classe e personalidade aos ambientes em que estão expostas. É uma planta tropical e perene, destinada a sempre florescer, porém necessita de cuidados adequados. As orquídeas são algumas das plantas de interior mais elegantes e refinadas.

Muitas pessoas apreciam as suas flores e se desesperam quando a folhagem começa a perder o seu brilho e as flores começam a murchar. Mas não devemos perder as esperanças de fazer a orquídea florescer novamente, basta saber como.

A seguir você verá como cuidar da orquídea seguindo 7 dicas simples e infalíveis, mesmo para aqueles que, infelizmente, não têm sorte com plantas. Confere >>

1) Água e adubo em quantidades adequadas

Um excelente truque para fazer suas orquídeas florescerem novamente é dar-lhes adubo líquido a cada 15 dias. Ele deve ser muito rico em fósforo e potássio. Você deve saber porém, que durante o período de floração é necessário suspender o uso do fertilizante e diminuir a freqüência com que você molha suas orquídeas. Os especialistas sugerem neste caso, usar a técnica de imersão do vaso em uma bacia de água. Certifique-se de que o vaso tenha orifícios na parte inferior, para permitir a planta embeber em água morna por cerca de meia hora. Em seguida, ela deve ser drenada e colocada de volta em seu lugar. Repita a operação a cada 10 dias.

2) Como regar as orquídeas

Por falar em água, os especialistas recomendam que se faça a técnica da imersão do vaso em uma bacia de água. Você só precisa olhar se o vaso da orquídea tem furinhos embaixo e deixar a planta de molho, em água morna, por meia hora. Depois desse tempo, deixe a água escorrer e coloque a orquídea no seu lugar. Repita esta operação a cada 10 dias.

3) Exponha as orquídeas à luz

Os raios solares do outono são essenciais para fazer suas orquídeas florescerem de novo. Na verdade, nesta época, os raios não são tão quentes para queimar as folhas e flores da planta, e são úteis para transmitir toda a luz necessária. Então, coloque sua planta fora de sua casa também, sob a exposição direta da luz solar.

4) Crie um choque térmico e evite fontes de calor

O choque térmico, ao contrário da opinião comum, não fará sua orquídea morrer. Isso vai fazê-la florescer novamente, favorecendo o nascimento de novos botões. No primeiro período do outono, transfira suas orquídeas para a varanda durante o dia e as reponha em casa quando anoitecer. Repita esta operação por um período mais ou menos de 2 semanas. 

5) Cuidado com a temperatura ambiente

Lembre-se sempre de não colocar suas orquídeas muito próximas de fontes de calor. A planta deve ser colocada longe de aquecedores, lareiras ou do fogão. Preste atenção, se a temperatura de sua casa exceder 20 graus, é aconselhável manter as orquídeas em ambientes mais frescos, como em escadas ou perto das janelas, onde tem mais ventilação.

6) A hora de podar: como fazer do jeito certo

Existem períodos em que a nossa amada planta está sem flores. O quê fazer? A poda, se feita do jeito certo, pode ajudar a orquídea a produzir novos botões com mais facilidade e mais rapidamente. Você só precisa diminuir a haste, cortando-a com tesouras simples ou tesouras de poda. O corte deve ser feito pelo menos 1 centímetro acima do “nó” que você vê na imagem.

7) Limpar as folhas

Pode parecer exagero, mas as orquídeas são plantas delicadas, e por causa disso, devem ser cuidadas em todos os sentidos. Um cuidado especial é tirar o pó das folhas com um pano úmido de água, onde você também pode colocar umas gotinhas de vinagre ou limão. Tem pessoas que sugerem a utilização de um chumaço de algodão umedecido com leite e água.

Gostou desse artigo? Então compartilhe com seus amigos no Facebook!