Gatos significam comportamento

Quem tem um gato em casa sabe o quanto pode ser complicado compreender completamente todos os comportamentos dele. Ter todos os seus livros jogados de cima da mesa, o ver correndo pela casa como louco e enfrentar toda a agitação quando você tenta forçá-lo a fazer algo contra a vontade dele, mas todas essas reações têm uma explicação.

De fato, de acordo com especialistas, por mais estranho que o seu amigo peludo possa ser, não se desespere, pois por trás de cada movimento, cada olhar e cada comportamento, existe uma justificativa válida.

Caso você esteja tentando desenvolver um bom relacionamento entre vocês, este artigo será um ótimo guia para você interpretar melhor as atitudes do seu gato que, às vezes, parecem ser somente simples gestos ou brincadeiras.

O que significa quando eles nos massageiam com as patas? Por que eles se esfregam em nossas pernas? E quando eles rolam no chão, é porque estão felizes ou é algo a mais?

Vamos descobrir juntos os significados de cada comportamento dos gatos:

1) As saudações

Se você perceber que o seu gato bate constantemente o fucinho na sua perna ou rosto, não precisa estranhar. Segundo especialistas, esse é o único jeito do seu gato te cumprimentar e demonstrar afeto. Aliás, quando os gatos roçam na perna de alguém, eles estão transferindo seus feromônios e marcando território na pessoa.

2) O que significa o seu olhar

De acordo com especialistas, os gatos usam os olhos para demonstrar afeto e frustações. Quando eles te olham e piscam lentamente, estão dizendo que te amam. Porém quando te olham fixamente, provavelmente estão tentando chamar a sua atenção. Olhares longos e intesos significam que estão tentando te ameaçar.

3) Quando te aborrecem

Não importa quanto você ame gatos, existem momentos que eles conseguem te tirar do sério e se divertem em interromper as suas atividades cotidianas. Algumas vezes, ler um livro ou assistir um filme no computador sem que eles saltem em você é uma tarefa impossível. Esse comportamento intrusivo significa que eles precisam de atenção e irão parar quando conseguirem carinho.

4) Quando nos massageiam

Se você notar que o seu gato está massageando partes do seu corpo com as patas, provavelmente ele está procurando o mesmo conforto que sentiu com a mãe quando era apenas um filhote, quando massageava as glândulas mamárias para beber leite. Sempre que fazem esse movimento é porque estão contentes ou estão tentando se desestressar.

5) Quando cheiram o nosso rosto

Gatos não seriam gatos se não fosse pela sua curiosidade característica e, graças ao seu nariz, eles conseguem entender rapidamente quem está por perto. Não precisa ter medo se o seu amigo felino se aproximar do seu rosto para cheirar, pois neste momento ele está confirmando de que você não é um estranho. Sentir o cheiro de seus donos é reconfortante para os gatos.

6) Mastigam com frequência

Nem todos os comportamentos do seu gato serão comportamentos divertidos. Caso você note que o bichinho está mastigando coisas que ele não deveria com muita frequência, é aconselhável levá-lo ao veterinário. Esse comportamento pode significar que o animal sofre de ansiedade e estresse. Neste caso é melhor pedir por ajuda profissional, até porque é extremamente perigoso para o sistema digestivo do animal.

7) Presentes estranhos

Se existe uma criatura nesse universo que você não gostaria de receber um presente, essa criatura é o seu gatinho. A maioria dos donos de animais domésticos já tiveram que lidar com pássaros ou ratos mortos recebidos de presente do seu próprio gato e isso não é uma experiência agradável. Porém, mesmo que você se sinta frustrado com essa situação, na realidade isso é uma demonstração de afeto. Quando o seu gato era apenas um filhote, a mãe dele trazia o alimento e, neste momento, ele está tentando te dizer que está agradecido por todo o cuidado que você tem por ele, através deste mesmo gesto

8) Rolando no chão

Se você notar que o seu gato está deitado de costas no chão e rolando, isso significa que ele está tentando chamar a sua atenção por algum motivo. Os gatos geralmente fazem isso quando querem brincar e estão tantando te envolver na brincadeira. Porém, existe uma outra possível explicação que diz que eles podem estar somente marcando território, deixando o perfume deles no tapete. Em qualquer um dos casos, dedique um pouco de tempo para brincar com o seu bichano, assim você garantirá que ele fique de bom humor.

9) Correndo nos cômodos

Você já percebeu que o seu gato fica correndo rápido entre os cômodos da sua casa? O que significa quando isso acontece? Os gatos que vivem em casa e não têm a liberdade de sair sozinhos, se tornam irritáveis com facilidade, isso porque eles raramente conseguem sair para caçar e este estranho comportamento é o modo que eles encontram de relaxar. Essa necessidade repentina de uma atividade intensa é, as vezes, o único jeito que eles encontram de liberar energia, porém existe algo que você pode fazer à respeito. Brincar com o seu gato com maior regularidade o ajudará a consumir a energia acumulada e ele não ficará mais correndo com um louco dentro de casa.

10) Deitado de pernas abertas

Se o seu gato se sente confortável na companhia de outras pessoas, você notará que ele irá se deitar com a barriga para cima, com as pernas abertas. Os gatos se sentem muito vulneráveis com as pernas abertas e a barriga exposta e eles só o irão fazer quando você tiver ganhado a confiança deles. Além disso, os gatos se posicionam desta forma somente quando estão confiantes de que não existem ameaças por perto. Vê-los frequentemente nesta posição é um ótimo sinal, pois indica que eles se sentem relaxados e confortáveis em casa e não têm medo de se sentir vulneráveis.

11) Animais noturnos

Os gatos normalmente não possuem os mesmos horários que os nossos, principalmente à noite e raramente dormem depois que as luzes se apagam. De fato, quando o sol se põe, eles ficam extremamente ativos, o que pode ser um problema caso o seu miado seja muito alto e te atrapalhe para dormir. Os gatos geralmente fazem isso quando estão tentando capturar uma presa dentro de casa, mas pode ser também um sinal de frustração. A única possível solução para esse problema é dedicar um pouco de tempo durante o dia para brincar com ele, assim ele talvez se canse e vá dormir nos mesmo horários que você.

12) Esconderijo

Quem já teve um gato alguma vez, com certeza já o encontrou enfiado em um pequeno esconderijo. Ao invés de procurar por espaços grandes e confortáveis dentro de casa, os gatos gostam de se esconder nos lugares mais estranhos e, normalmente, os encontramos dentro de uma caixa ou embaixo da pia. Não se estresse, pois na verdade isso é um mecanismo de defesa deles. Os gatos procuram lugares pequenos quando se sentem ameaçados e estar escondido longe do resto do mundo os faz sentir seguros.

13) Enterrar excrementos

Os gatos selvagens têm o hábito instintivo de cobrir seus excrementos. Cobrindo seus rastros, eles estão tentando evitar que predadores os sigam. Essa característica é comum também em gatos domésticos e, se você perceber que o seu gato parou de enterrar seus dejetos, isso pode ser um mau sinal: ou ele não gosta da caixa de areia, ou pode estar ansioso e estressado, ou então enfrentando algum problema de saúde.

14) Os sinais das orelhas

Os gatos usam praticamente todas as partes do corpo para se comunicarem e as orelhas não ficam de fora. É melhor se afastar caso o seu gato comece a mexer as orelhas para frente e para trás, pois isso quer dizer que ele está aflito com algo. No entanto, caso o seu gato esteja com as orelhas apontadas para frente, com certeza estão felizes. Já o movimento que fazem com as orelhas para trás significa que ele se está em alerta ou irritado.

15) As sonecas

Gatos parecem estar sempre tirando uma soneca e descansando. Os gatinhos mais jovens usam seus cochilos para liberar hormônios do crescimento, que são essenciais para o desenvolvimento. Todavia, isso não significa que deixarão de cochilar quando forem adultos. Os gatos gostam de dormir pois os ajuda a economizar suas energias, mas também pode significar um pouco de tédio.

16) Empurrar a cabeça contra a parede

Caso você note que o seu gato está empurrando a cabeça contra a parede ou algum outro objeto duro, esse comportamento não é normal e pode indicar que existe um dano no sistema nervoso. Traumas, tumores ou envenenamento podem ser as causas, mas você só terá certeza levando-o ao veterinário.

17) Ronronar

Muitos donos gostam de escutar quando os gatos ronronam, porém esse é um dos sons que os cientistas ainda não conseguiram decifrar perfeitamente. Normalmente nós supomos que os nossos amigos felinos ronronam quando estão felizes e relaxados, mas não é sempre assim. Isso pode mostrar que, na verdade, eles estão estressados, já que as vibrações que esse som emite os acalmam.

18) Perseguidores

Gatos são sempre reportados como animais independentes e autosuficientes, mas isso não os impedem de serem extremamente carentes. Eles têm o hábito de te seguir onde quer que você vá dentro de casa, até mesmo quando você vai ao banheiro. Especialistas afirmam que eles nos perseguem quando estão procurando conforto. Os gatos podem até se sentir vulneráveis quando seus donos não estão por perto, mas também existe a possibilidade de que eles te sigam por serem criaturas curiosas e, na verdade, só querem saber o que você esconde atrás das portas fechadas.

19) Aborrecido

Os cães normalmente ficam felizes e animados em nos ver e demonstram balaçando o rabo de um lado para o outro, porém os gatos não fazem a mesma coisa. Caso você perceba que o seu gatinho está fazendo esses movimentos com a cauda, é um sinal de que ele quer ser deixado sozinho. A melhor coisa a se fazer nesta situação é se afastar, já que eles ficam irritados toda vez que fazem esse movimento. No entanto, caso você note que a cauda do seu gato está contraída, significa que eles estão prestando muita atenção no que está acontecendo a sua volta.

20) Rosnar

Não é preciso ser um especialista para entender que se um gato rosnar, significa que ele não está feliz. Este é um dos sons que os gatos emitem toda vez que se sentem nervosos ou irritados. Existem exceções à esta regra, pois gatos também tendem a ter esse comportamento quanto estão com medo de alguma coisa. Se tem um desconhecido ou outro animal na sua casa, não fique surpreso de escutá-lo rosnar, já que leva um tempo para que ele volte a se sentir à vontade na presença de estranhos.

21) O inconveniente

Ser dono de um gato faz com que tenhamos alguns gastos imprevistos, já que estas criaturas adoram fazer bagunça por onde passam. Especialistas afirmam que este estranho comportamento é o único modo que o gato tem de aprender a caçar. Pode também ser somente uma tentativa de chamar a sua atenção, já que os gatos são animais inquietos e se entediam com facilidade.

22) As necessidades fora da caixa de areia

Gatos domésticos geralmente são animais limpinhos. Eles têm o costume de enterrar os seus despejos depois que terminam, mas caso você perceba que o seu gato está jogando sujeira fora da caixa de areia, isso pode significar algum tipo de problema. Pode ser que o seu gato não goste do tipo, das medidas ou da posição em que está a caixa de areia, mas é aconselhável levar o gato ao veterinário nesta situação, pois ele pode estar enfrentando problemas básicos de saúde. Faça um primeiro teste, trocando a caixa de areia ou simplesmente movendo-a para outro lugar, antes de chegar a qualquer conclusão.

23) Gulosos de erva-gateira

Se existe uma planta nesse mundo que todos os gatos amam absolutamente é a erva-gateira. Os pequenos felinos ficam eufóricos só de sentir o cheiro dessa erva, pois a mesma possui um óleo especial chamado nepetalactona que é estimulante se inalado e calmante se ingerido e pode até levar a alucinações, mas o efeito desaparece depois de aproximadamente 10 minutos.

24) Roer as unhas

As pessoas que têm esse péssimo hábito de roer as unhas sabem que normalmente esse costume está ligado a problemas de ansiedade e estresse. Os gatos sofrem do mesmo distúrbio comportamental, ainda que não seja pelos mesmos motivos. Alguns gatos roem as unhas quando estão entendiados. Se você perceber que o seu gato está roendo as unhas com muita frequência, pode ser um sinal de um problema mais sério de saúde, como um parasita ou alguma infecção.

25) Amoroso

Uma das melhores partes de se ter um gato em casa é quando o seu gatinho deita para descansar no seu peito, depois de um longo dia. Quando o seu gato começar a fazer isso regularmente, saberá que você ganhou a completa confiança dele. Os gatos fazem isso pois o cheiro de seus donos e o calor do corpo os agrada e se sentem em paz com a sua presença.

26) Quando morde

É praticamente impossível encontrar um dono de gato que nunca precisou enfrentar as suas crises de mordidas, no entanto gatos normalmente não fazem isso por raiva ou ódio. Eles mordem quando estão estressados ou nervosos ou estão tentando desesperadamente chamar a sua atenção. A mordida é o único jeito de demonstrar e tentar expor como eles se sentem. A maioria das vezes estão só brincando, porém em alguns casos a mordida na verdade é um mecanismo de autodefesa.

27) A caça: um desejo instintivo

A vida com um gato é cheia de surpresas, já que correr dentro de casa e se esconder atrás dos móveis é só uma parte da rotina diária dos pequenos felinos. Mesmo depois de serem domesticados, os gatos ainda têm um forte desejo de caçar, mas não existe nada que eles possam procurar dentro de uma casa limpa e perfeitamente organizada. Este comportamento è um jeito de prepará-los para o mundo fora de casa, caso precisem caçar novamente.

28) Snack verde

Pode parecer uma escolha estranha mas se o seu gato está com problemas de digestão, pode ser que ele coma grama, pois o suco que esta contém, o ajuda a estimular a atividade muscular do sistema digestivo. Neste caso não existem motivos para se preocupar, desde que o gato não comece a comer grama em quantitade excessiva.

29) Água em movimento

Nao é um segredo para ninguém que os gatos não são fãs de água, mas caso você note que o seu gato move o pote de água antes de bebê-la, é porque eles preferem que a água esteja em movimento. Esse é um instinto primitivo da natureza dos gatos. A água dos rios eram mais frescas e brincar com o pote de água é o jeito que eles encontraram de recriar esse mesmo efeito, fazendo com que ela se movimente. 

30) Miado delicado

O seu gato está tentando se comunicar com você através dos miados? Se ele faz isso de um modo agradável, esse é o jeito que ele encontrou de te cumprimentar. Não esqueça de, nesse momento, fazer carinho na cabeça do seu bichinho, já que obviamente ele está pedindo pelo seu afeto. Os gatos estão à procura de atenção por natureza e seu gracioso miado é tudo o que eles precisam fazer pra roubar o seu coração.

31) Miado intenso

Os miados podem significar muitas coisas e devemos prestar muita atenção quando nos comunicarmos com os animais domésticos. Se o seu gato mia muito alto, provavelmente ele está procurando alguma coisa. Os gatos normalmente miam alto demais quando estão pedindo por comida, mas nem sempre é assim. O gato pode estar pedindo ajuda e caso ele continue miando mesmo depois de acolhê-lo, leve-o diretamente ao veterinário.

32) Apoiado sobre duas patas

Os gatos algumas vezes ficam apoiados somente com as patas de trás, graças à um outro instinto de sobrevivênvia que eles desenvolveram na natureza. Eles ficam nessa posição para parecerem maiores e se protegerem de predadores. A sua casa pode até não ter a presença de predadores selvagens, mas isso não impede que o seu amigo felino se sinta ameaçado. Caso ele entre na defensiva, naturalmente optará em ficar nesta posição. Outra razão para eles ficarem apoiados sobre as patas de trás é quando estão procurando por alguma coisa.

33) Arranhar

Se tem uma coisa nesse mundo que os gatos amam mais que qualquer coisa é, com certeza, arranhar. Muitos donos de gatos compram brinquedos próprios para isso, mas geralmente os gatos ignoram esse brinquedo e escolhem, na verdade, arranhar o sofá. Os gatos gostam de raspar as unhas porque esse ato remove as desconfortáveis camadas mortas de suas garras. Eles irão arranhar de qualquer jeito, então tente o seu melhor para convencê-lo de usar o brinquedo próprio para isso, caso contrário ele irá danificar os seus móveis. 

34) Alongamento

Alongar é outra atividade que os gatos amam e a lista de motivos para isso é longa. O alongamento é sempre um bom sinal, pois os gatos só o fazem quando se sentem relaxados e confortáveis na presença de seus donos. Este exercício aumenta a pressão sanguínia, melhorando a circulação de sangue e permite que as toxinas dos músculos sejam expulsas. Apesar de seus inúmeros benefícios à saúde, o principal motivo pelo qual os gatos gostam de se alongar tanto é bem simples, é extremamente agradável!

35) Cair em pé

Uma famosa característica dos gatos é que eles sempre caem em pé e existe uma explicação racional para isso. Gatos possuem a espinha dorsal flexível e, para eles, é possível girar o corpo enquanto caem. O gato também possuem um ótimo equilíbrio e está acostumado a cair e aterrissar com elegância, graças à seu corpo leve e aos seus pêlos grossos. Eles são tão bons em cair com as quatro patas que os primeiras aterrissagens começam depois de apenas 6 semanas do nascimento.

36) Pulo inesperado

Ver o seu gato que, de repente, pula no ar pode parecer estranho no início mas na verdade é um bom sinal. Se eles pularem enquanto você o estiver acariciando, é porque estão te convidando a continuar pelo tempo que você quiser, pois eles estão se divertindo. Esse gesto serve para mostrar que eles amam a atenção que estão recebendo.

37) Todo enrolado

Não importa quanto espaço você reserve para o seu gato, no final das contas ele sempre irá dormir todo enrolado igual à uma bola. Os gatinhos geralmente fazem isso para se sentirem quentinhos e seguros, pois dessa forma eles protegem a parte mais vulnerável do corpo. Os animais selvagens fazem o mesmo para se proteger do frio e de predadores. Esse instinto primitivo permanece em gatos domesticados e eles continuarão a dormir nesta posição, mesmo que eles durmam numa cama quentinha.

Se você gostou desse artigo, compartilhe com os seus amigos no Facebook!