como perder peso

O verão já veio e já foi, infelizmente. Então, agora é hora de criar coragem para perder peso e continuar com a prática de esportes ao ar livre, até mesmo em dias feios… frios, onde parece ser um sacrifício sair para dar até mesmo aquela corridinha básica.
Não se esqueça, que manter o físico em forma, não serve exclusivamente para vestir aquele shortinho fantastico no verão… mas sim porque nos traz muitos benefícios para o coração, músculos, articulações e para a mente.
Mas devemos ter atenção em algumas falsas crenças, porque, em vez de ajudar a reativar o metabolismo, o desaceleram.

1) Deixar o aquecedor ligado no quarto durante a noite

Alguns estudos científicos provaram que as pessoas que dormem em um quarto muito quente têm maior dificuldade para queimar calorias e perder peso. Efetivamente, o tecido adiposo marrom se ativa apenas em baixas temperaturas, com a finalidade de aquecer o corpo durante a noite: e como resultado, o metabolismo se ativa e somos capazes de queimar todas as calorias em excesso.

2) Não coma carboidratos

Desmoralizando o falso mito que diz que, para perder peso, massa e pão não devem ser ingeridos. Os carboidratos são úteis para fornecer glicogênio, indispensável durante as atividades físicas.

Advertisement

Obviamente, como tudo na vida, só não pode exagerar.

3) Só comer alimentos hipocalóricos

Abaixo as barrinhas dietéticas! As frutas secas por exemplo, são excelentes para um metabolismo funcionante: não só fornecem energia, como ajudam seu corpo a queimar gordura.

4) Não utilizar o sal

Chega de comida insipida! Recomenda-se o uso do sal, porém com moderação. Ele ativa a glândula da tireóide por conter iodo e, consequentemente, também o metabolismo.

5) Dormir de manhã

Descansar é saudável, mas não é no período da manhã. O metabolismo é ativado nas primeiras horas do dia e levantar cedo o acelera ainda mais. A princípio seria ideal levantar e ir dar aquela corridinha básica para perder peso.
Você achou útil nosso artigo? Então compartilhe com seus amigos no Facebook: eles agradecerão!