Roupas novas: porquê é indispensável lavá-las antes de usar

23/02/2018 - 10:24 7705 Views

Você sempre acreditou que os vestidos novos, aqueles que acabamos de comprar em uma grande rede de lojas, estão limpos? Ou você acreditava que só as roupas íntimas precisavam ser lavadas antes de usar? Você está enganado. Muitas vezes eles estão mais sujos do que aqueles usados.

Tudo depende das condições em que foram mantidos, transportados, provados por outros clientes… mas na maioria das vezes, neles existem uma quantidade infinita de germes, bactérias e produtos químicos.

Por este motivo o departamento de Microbiology and Immunology  da Universidade de Nova York, a pedidos do site “Good Morning America” realizou uma série de análises em algumas roupas vendidas em três shoppings famosos dos Estados Unidos e demonstrou que aquelas roupas continham algumas surpresas desagradáveis…

Descubra agora 8 razões porquê você deve sempre lavar as roupas que acabou de comprar e aprenda como lavá-las do jeito certo >>

8) Alergia ao formaldeído

Se trata de um composto amplamente utilizado na indústria. Nos tecidos este bactericida serve para deixar os tecidos mais resistentes a pregas e menos fáceis de encolher. Sobre o corpo humano, o  formaldeído (reconhecido como potencialmente cancerígeno desde 1995) pode causar problemas de vários tipos: irritação das membranas dos olhos, das vias aéreas superiores e irritação da pele. É por isso que é essencial  lavar as peças antes de usá-las. Mas a culpa pela presença de formaldeído nas roupas não é dos fabricantes, porque os níveis desta substância nos tecidos respeitam os limites fixados pelas diretivas internacionais. Mas como podemos ter certeza de que somos alérgicos próprio ao formaldeído? A única maneira de descobrir é consultando um alergista e fazendo um teste de alergia.

 

7) Germes e bactérias

Um dos departamentos da Universidade de Nova York, sob a comissão do site “Good Morning America“, analisou 14 peças de roupas compradas em três redes de lojas de roupas. Nas peças foram encontradas bactérias de todos os tipos: secreções respiratórias, células epidérmicas e até mesmo coliformes fecais.“Em um casaco encontrei vestígios de fezes,” explicou Dr. Philip Tierno, diretor do departamento de microbiologia e Imunologia da Universidade de Nova York, especialmente na costura que cobre as axilas e as nádegas”. Mas as surpresas não terminam….

6) Insetos

Insetos como piolhos, por exemplo, também podem estar presentes nas roupas. As vezes as roupas passam por muitos lugares antes de chegar na loja e pode acontecer que depois de estar na loja, voltem para o depósito. O Dr. Tierno recomenda lavar sempre o que você comprar, e naturalmente lavar bem também as mãos, depois de uma intensa tarde de compras.

5) Doenças que se podem contrair usando roupas contaminadas

Organismos que causam hepatite A, diarréia, MRSA (staphylococcus), salmonela, norovírus, infecções fúngicas e estreptococos. Porém, o Dr. Tierno diz: “O bom é que a maioria das pessoas tem um sistema imunológico robusto o suficiente, em modo de combater um pequeno número de microorganismos que podem ter sobre o corpo…” Mas isso vai depender de cada um.

4) Biquinis, sungas e roupas íntimas

Os biquinis, sungas, calcinhas, cuecas e sutiãs, são as peças de roupas mais contaminadas. Mesmo que você prove uma peça íntima na loja, sobre a peça que já está usando, de um certo modo você está entrando em contato com a virilha e axilas de todas as pessoas que provaram antes. Nessas peças o que mais se encontra são: secreções respiratórias, flora cutânea, coliformes fecais e fungos.

3) Corantes azóicos

Entre as substâncias químicas de risco estão os corantes azóicos, que podem causar reações cutâneas leves ou graves. Se você tem pele sensível, estes corantes podem causar vermelhidão em áreas como cintura, pescoço, axilas e coxas. Estas substâncias irritantes podem deixar as roupas, mas as vezes são necessárias algumas lavagens.

2) A análise em uma blusa de seda

Dr. Tierno e sua equipe encontraram: células vaginais, fungos e células fecais. Quem sabe quantas mulheres tinham provado aquela peça antes que ela fosse parar no laboratório… O pesquisador precisou que não necessariamente entrar em contato com estas bactérias pode ser prejudicial à saúde, mas a reação do sistema imunológico de cada um é imprevisível, assim como não é possível estimar o grau de contaminação de uma camisa ou de um terno. A solução é sem dúvida aquela de lavar tudo o que você comprar antes de usar: os microrganismos podem sobreviver semanas ou até meses nas roupas.

1) Como lavar as roupas novas com segurança

Para evitar diarréia, norovírus, gastroenterite, staphylococcus e dermatite, lave as roupas novas em água fria e pouco sabão em pó, adicionando junto com as roupas, duas colheres de sopa de sal grosso. Se as roupas são coloridas (podendo desbotar), se recomenda deixá-las de molho por 20 minutos em uma bacia com 1 litro de água, um copo de vinagre branco e duas colheres de sopa de sal.

Achou útil o nosso artigo?! Você também costumava usar uma roupa nova sem lavar? Compartilhe com os seus amigos no Facebook!