Preparar fermento natural com dois ingredientes

04/09/2018 - 9:57 985 Views

O fermento natural está super em alto nos últimos anos, porque é muito versátil. Este tipo de fermento torna possível ter uma fonte de fermentação tão simples quanto funcional. Mas o que é o fermento natural, também conhecido como massa lêveda?

Feito a partir de apenas dois ingredientes, um seco e um líquido, o fermento parece à primeira vista uma massa normal de farinha e água, mas alí dentro existe um enorme poder levedante, ou seja, de fermentação.

Este poder excelente é dado pela fermentação da farinha, o que permite desencadear as reações químicas que fazem com que a massa crie bolhas de ar, os famosos “buraquinhos”, que tornam os pães e massas muito mais leves e macios.

Esta técnica é muito popular porque é facilmente feita em casa, mas acima de tudo, porque é muito econômica. Você só precisa prestar atenção em um detalhe.

Vamos ver então alguns truques para facilitar o processo e fazer o seu fermento natural em casa >>

Preparar a massa base

Para fazer a massa base do fermento natural, você precisará de farinha e o mesmo peso de iogurte branco sem adição de açúcar. A massa é muito fácil de preparar. Coloque 125 g de farinha em uma tigela de vidro e adicione o iogurte um pouco de cada vez. Mexa com uma colher de pau. Quando formar uma bola um pouco pegajosa, coloque em uma bancada enfarinhada e trabalhe a massa com as mãos.

 

A fermentação

Transfira a massa de fermento para uma travessa, de preferência alta. Cubra com filme plástico e envolva-o em um pano úmido. Deixe descansar dentro do forno desligado por dois dias. No final você verá que a massa terá crescido e terá uma crosta grossa. Remova essa crosta e trabalhe novamente a massa restante com o mesmo peso de farinha e metade do peso da farinha, de água. Deixe descansar novamente, usando o mesmo método (filme plástico e pano úmido) por mais 8 horas.

A conservação para tê-lo sempre fresco

Uma vez que os passos principais foram executados, você deve remover a crosta novamente, pesar a massa restante e “alimentar” o fermento adicionando a mesma quantidade de farinha e metade dessa medida, de água. De agora em diante você terá que mantê-lo sempre da mesma maneira, mas agora na geladeira e a cada 3 dias, no máximo, “alimente-o”. O melhor momento para usar o seu fermento natural é justamente antes desse processo, pois é a fase em que o fermento tem mais poder. Se com o tempo ele perder seu valor de fermentação, podemos “recarregá-lo”, sempre com a mesma técnica, mas adicionando uma colher de sopa de maçã ralada.

Se você gostou do nosso artigo compartilhe com os seus amigos no Facebook!