Manjericão: 4 coisas que você precisa saber

30/04/2018 - 10:11 1025 Views

Eu sempre lembro do perfume maravilhoso dos temperos plantados na horta da casa da minha vó! E sabe qual cheirinho eu mais adoro? O do manjericão. Esse tempero é muito utilizado na culinária mediterrânea, principalmente na Itália. Com ele são feitos muitos pratos deliciosos, como o pesto genovese, a pizza marguerita, e até a bruschetta.

Esta planta aromática, muito utilizada nesta época do ano, é um dos ingredientes mais típicos da culinária tradicional italiana, mas a sua origem não é de natureza mediterrânea.

Nem todos sabem, mas o manjericão (que é bem capaz que você pensasse que fosse brasileiro) é proveniente da Índia. Através do Oriente Médio o manjericão foi exportado à Europa e foi parar no Brasil com a chegada dos imigrantes italianos.

O manjericão é um pouco o Rei da culinária italiana, e isso é até demonstrado no seu próprio nome, que deriva do latim basilicum e do grego basilikon phyton e significa “Planta real e majestosa”. A utilização desta planta aromática super cheirosa não se limita ao uso culinário: deste os tempos mais remotos, de fato, o manjericão era usado na composição de perfumes e também era considerado um remédio curativo.

Vamos descobrir os valores nutricionais, os usos e os métodos de cultivo>>

1) Como cultivá-lo

O período certo para plantar o manjericão é no início da primavera. Esta é uma planta que gosta de bastante sol e deve ser regada duas vezes por dia, de manhã cedo e de noite, especialmente no verão. É importante evitar a formação de água estagnada embaixo do vaso: além de dengue, as raízes correm o risco de apodrecer e a planta de manjericão irá secar. O manjericão também pode ser cultivado através da estaquia, ou seja, você corta alguns ramos da planta e deixa-os na água, quando estes se tornarem fortes o suficiente, plante-os no jardim.

2) As propriedades

O manjericão é rico em nutrientes como vitaminas, sais minerais, flavonóides e anti-oxidantes, substâncias extremamente importantes contra e envelhecimento e contra os radicais livres. As propriedades anti-inflamatórias e anti-bacterianas desta planta ajudam na digestão e no bom funcionamento do estômago. De acordo com uma tradição popular, o manjericão também é capaz de estimular a mente e trazer o bom humor: na verdade é considerado um tônico para o sistema nervoso e para a mente, principalmente em casos de stress, cansaço e fadiga.

 

3) Os valores nutricionais

O manjericão é composto de 92% de água e contém uma pequena parte de proteínas. Em 100 gramas do tempero existem aproximadamente 26 mg de vitamica C, 300 mg de potássio, 250 mg de cálcio, 37 mg de fósforo, e tudo isso totalizando 39 calorias. O manjericão também possui vitamina A e algumas vitaminas do complexo B. Por conter todos estes nutrientes, o manjericão é um ótimo aliado do nosso organismo, trazendo vários benefícios à nossa saúde.

 

4) Os usos

O manjericão fresco é o principal ingrediente do pesto genovese, mas saiba que ele também é perfeito para colocar no molho de tomates, e para dar sabor à vários legumes como batatas e berinjelas. Esta planta é também a origem de um poderoso óleo essencial, muito útil contra o stress tanto físico quanto emocional. O óleo essencial de manjericão é utilizado em vários tratamentos de aromaterapia específicos para combater a insônia, as dores de estômago e os problemas de digestão. Em caso de tosse e resfriado, recomenda-se a inalação de vapor a base deste óleo essencial que, se diluído em um óleo de base vegetal, pode ser usado também para fazer massagens.

 

Você gostou deste artigo? Compartilhe com os seus amigos!