Gengibre sempre à disposição, na sacada de casa

13/06/2018 - 2:30 1446 Views

Já faz tempo que se fala que o gengibre é um alimento com inúmeras propriedades benéficas. Esta planta tem origens asiáticas e desde tempos muito antigos, é conhecida, apreciada e utilizada na culinária. Como um remédio para doenças sazonais, cansaço, problemas digestivos e até mesmo como afrodisíaco.

Hoje em dia, é muito usado como base natural e potente para o tratamento de muitos tipos de problemas. O ideal seria tê-lo já em casa, sem ter que comprá-lo, pronto para ser utilizado para cada um dos seus benefícios.

E então porquê não pensar em cultivá-lo no jardim (se você tem a sorte de ter um!) ou na sacada? Pode ser até no parapeito de uma janela! É fácil e lhe dará tanta satisfação porque você terá a possibilidade de tê-lo sempre pronto quando for necessário ou tiver vontade.

Veja a seguir como cultivá-lo na sua casa em 5 simples passos >>

5) Propriedades do gengibre

É sempre bom lembrar que o gengibre é rico principalmente de diversos sais minerais, como manganês, cálcio, fósforo, sódio, potássio, magnésio, ferro e zinco, e vitaminas do complexo B, por isso é altamente recomendado como suplemento alimentar. E não é só isso: já foi comprovado que o gengibre possui extraordinárias propriedades contra o câncer, e é de grande ajuda contra gastrites e úlceras, tosse, resfriado, febre, inflamações do estômago e do esôfago. Último, mas não menos importante, é útil também contra a náusea durante a gravidez e os enjôos.

zenzero

 

4) A primeira raiz

Para cultivá-lo de modo independente, primeiro você deve comprar uma planta que dê origem ao “cultivo”. Preste bastante atenção na hora de escolher a sua muda. Tenha certeza que o gengibre que você está pensando em comprar, mesmo que pequeno, seja fresco, encorpado, firme e sem mofo. Uma raiz mole ou com mofo, de fato, faz você correr o risco de não obter os resultados esperados. Portanto, quando mais bonita for a sua muda, mais lindo e forte crescerá o seu gengibre.

728px-store-ginger-step-1-preview

3) O necessário

Você irá precisar de:

1 pedaço de gengibre fresco no qual se possam ver os brotos;

1 vaso com pelo menos 40 cm de profundidade o mais largo possível;

Fertilizante ou húmus de minhoca;

Terra o suficiente para encher ¾ do vaso.

Deixe de molho o pedaço de gengibre em água morna durante toda a noite, em seguida, encha 1/4 do vaso escolhido com húmus ou fertilizante, e complete o vaso com terra, sem esquecer de mantê-lo bem arejado.

untitled-design-9

2) Como cuidar

Quando o vaso estiver pronto com o adubo e a terra, você poderá colocar o pedaço de gengibre com a maior parte dos brotos virado para cima e cobrir com mais terra. Regue com água e deixe o vaso em um lugar quente, mas não muito, lembrando-se de manter a terra sempre úmida. O gengibre não deverá nunca estar exposto à temperaturas abaixo dos 10°C. (Então preste atenção se você mora no Sul ou se faz frio onde você está). Na fase inicial de crescimento da planta, esta deverá receber pouca luz.

728px-grow-a-ginger-plant-step-7-version-2

1) Os resultados

Você poderá colher os primeiros gengibres depois de três ou quatro meses do plantio, prestando atenção para não cortar demais, assim a planta irá continuar crescendo linda e saudável. Porém lembre-se, que o melhor gengibre é aquele que cresce embaixo da terra por pelo menos oito meses. Com um pouco de paciência e um pouquinho de jeito com as plantas, você poderá sempre ter à mão as suas raspas de gengibre!

Você gostou do artigo? Então compartilhe no Facebook com as suas amigas!

come_coltivare_zenzero-620x350