Antibióticos naturais: conheça os 10 melhores

27/03/2018 - 8:49 6832 Views

Não tem jeito, mais cedo ou mais tarde o seu sistema imunológico irá precisar de ajuda para combater alguma infecção. Os antibióticos que você encontra na farmácia nasceram para isso e tem ação rápida. Mas você já pensou que introduzindo alguns alimentos na sua dieta você pode estar se prevenindo do ataque de bactérias?

Os antibióticos naturais podem ser encontrados em ervas, frutas, especiarias, e se usados regularmente irão ser de grande auxílio para a saúde do corpo, além de não se correr o risco do desenvolvimento de super bactérias.

Todo medicamento pode causar efeitos colaterais, e além disso, o uso prolungado de certos medicamentos pode fazer com que determinadas bactérias se tornem resistentes à eles.

A ação dos remédios naturais é lenta e gradativa, e o lado bom é que os riscos são super baixos. Portanto, dá uma olhada na nossa lista dos 10 alimentos que atuam como antibióticos, e tente inserí-los na sua alimentação diária! Prevenir é melhor do que remediar >>

10) O Alho

Não há dúvidas: o alho faz parte do grupo dos super alimentos. Este alimento, que é usado diariamente em nossas cozinhas, tem inúmeras propriedades benéficas: elas resultam do fato de que dentro o alho existe uma substância chamada alicina. A alicina é um princípio ativo que tem a capacidade de lutar contra as bactérias mais resistentes e combater não só a gripe e resfriados, mas também as infecções. Se comido cru, o alho fortalece o sistema imunológico e tem efeitos benéficos para o coração e a circulação sanguínea. O alho, ao contrário dos antibióticos farmacêuticos, não só não ataca a flora intestinal, mas ajuda esta a restabelecer-se.

9) Gengibre

 O gengibre é uma raiz verdadeiramente potente contra infecções e também ajuda a aliviar dores. As suas propriedades não são poucas: analgésico, anti-inflamatório, anticoagulante, antiespasmódico, vasodilatador, antiemético, antipirético e ajuda na digestão. Os modos de uso são vários, você pode colocá-lo no chá; ralar e colocar no molho; colocar no suco; desidratá-lo e até fazer compressas, aplicando o gengibre ralado diretamente na área em que está sentido dor e deixar agir por 20 minutos. 

8) A Equinácea

A equinácea é uma planta nativa da América do Norte, conhecida por suas propriedades curativas. Antigamente sua raiz era usada para combater dores de cabeça e de estômago. As folhas, em vez disso, serviam como remédio contra infecções causadas por feridas, contra queimaduras e picadas de insetos. A equinácea tem propriedades anti-sépticas e anti-inflamatórias como a capacidade de aliviar inflamações da pele (como por exemplo, a dermatite), garganta (como as aftas dolorosas), estômago e do trato urinário. A Echinácea fortalece o sistema imunológico e estimula a produção de linfócitos. Ela pode ser consumida como chá, suco, em extrato seco, cozida, em cápsulas (contendo raízes secas e pulverizadas), em gotas ou em forma de pomada. 

7) O Óleo de Orégano

O óleo de orégano é produzido a partir das folhas desta planta e contém uma substância que há muitas propriedades bactericidas que permite lutar contra muitas infecções.  O óleo de orégano é eficaz no tratamento de aproximadamente 25 tipos diferentes de bactérias, incluindo aquelas resistentes aos antibióticos químicos obtidos pelas indústrias farmacêuticas. Destrói a bactéria Pneumococo, Estreptococos, Estafilococos e Enterococcus. Historicamente, os médicos gregos usavam o óleo de orégano para curar doenças como, dor de cabeça, tosse, bronquite, sinusite e doenças pulmonares. Não só, servia também como um remédio contra infecções intestinais, para inflamações causadas por feridas e picadas de insetos, e contra venenos de cobras e aranhas.

6) O Própolis

O própolis é produzido pelas abelhas quando elas coletam o pólen. Elas usam o própolis para manter a limpeza e a higiene da colméia, bem como protegê-la contra intrusos. Há milhares de anos, o própolis é utilizado contra bactérias e para proteger o sistema imunológico. Historicamente os povos, egípcios, chineses e gregos já sabiam das propriedades do própolis: esta substância, composta de flavonóides e antioxidantes, é um milagre para tratar feridas e úlceras. É um excelente aliado durante o inverno, porque reduz o risco de desenvolver a gripe, dor de garganta, amigdalite, sinusite, catarro, etc.

5) A Vitamina C

Muitas frutas e verduras contêm vitamina C. As propriedades dessa vitamina são realmente maravilhosas em termos de prevenção: é um antioxidante natural e estimula o mecanismo de defesa do corpo. O consumo de laranjas, abacaxi, kiwis, morangos, brócolis, lichia, pimentões, couve-flor… retarda o desenvolvimento de tumores, combate infecções e inflamações e ajuda a manter um corpo saudável.

4) O Chá Verde

Suas propriedades são conhecidas há mais de 4000 anos na Medicina Oriental: nesta POÇÃO encontramos vitaminas, minerais e compostos fenólicos que possuem um efeito 5 vezes maior do que outros antibióticos naturais. O componente mais importante do chá verde, a Epigallocatechin gallate,  é eficaz contra quase todas as bactérias orais. É um excelente antibiótico que não pode faltar em sua vida diária, pois protege a saúde do coração, reduz os níveis de colesterol, melhora a resposta imunológica e combate a formação de tumores.

3) A Canela

Além de deixar tudo mais gostoso a canela é uma espécie que possui muitas propriedades que beneficiam a nossa saúde. Por ser um antibacteriano natural, a canela ajuda a diminuir as dores provocadas por artrites e as menstruais, ajuda a combater dores de garganta e resfriados e regula o nível de açúcar no sangue.

2) O açafrão ou cúrcuma

 A maior virtude do açafrão-da-terra é ser um antibiótico natural, porém este tempero também age como antioxidante; reduz os riscos de doenças cardiovasculares; previne o Alzheimer e a artrite; ajuda no combate a depressão, e por aumentar a sensação de saciedade, é um forte aliado na perda de peso. Quer mais motivos para colocá-lo na sua dieta?

1) A Prata Coloidal

A água de prata coloidal pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, não é tóxica e não provoca efeitos colaterais. Tem a capacidade de destruir mais de 650 agentes patogênicos responsáveis por muitas doenças. Até 1934 (quando a penicilina foi descoberta), a prata coloidal era o único remédio que os médicos usavam para tratar qualquer dor ou desconforto, com a vantagem de não formar bactérias resistentes. O uso da água de prata coloidal como antibiótico foi reduzido após o desenvolvimento da indústria farmacêutica.

Você gostou do nosso artigo? Compartilhe com os seus amigos no Facebook 😉